Gilmar ataca o instituto da colaboração premiada, após Cabral fechar com a PF

Tem-se a nítida impressão de que o ministro Gilmar Mendes trabalha a favor da impunidade.

Certamente, é mera impressão… Nada mais!

O fato é que logo após o ex-governador Sérgio Cabral Filho fechar o seu acordo de delação premiada com a Polícia Federal, coincidentemente surge o ministro Gilmar Mendes, com toda o seu conhecido frenesi, atacando fortemente o instituto da colaboração premiada.

Justamente no momento em que Cabral promete entregar togados do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF).

Isto sem esquecer que ele, o próprio Gilmar, há poucos dias e repentinamente, pisoteando em tudo que já havia dito em passado recente, simplesmente mudou o seu voto com relação à prisão em 2ª instância.

A fúria do supremo ministro foi manifestada em entrevista ao jornal Valor Econômico, publicada nesta segunda-feira (23).

A sociedade precisa reagir, pois claramente há uma intensa movimentação para que a impunidade volte a ser tônica permanente nesse país.

da Redação

Comentários