Deputado desmascara Witzel e Doria: “O que há nesses últimos tempos é a celebração dos calhordas!” (veja o vídeo)

O deputado Otoni de Paula (PSC-RJ) faz mais uma vez declarações bombásticas! Em entrevista exclusiva à TV Jornal da Cidade Online, o parlamentar comentou sobre a denúncia que ele fez em uma live, afirmando que governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, está colocando a máquina do estado para forjar provas contra a família Bolsonaro no caso do assassinato da vereadora do PSOL Marielle Franco.

O deputado Otoni pertence ao mesmo partido do governador do RJ, acompanhou de perto a campanha eleitoral e, mesmo assim, teve coragem e patriotismo suficientes para denunciar a canalhice em andamento.

“O governador tem um bunker onde investiga pessoas e faz dossiês. Não é uma denúncia vazia, onde há fumaça, há fogo! Witzel está aparelhando o estado, isso a gente já sabia, mas de uma forma sórdida. O presidente Bolsonaro age de acordo com a lei, com o que manda a Constituição, ele não vai dar o troco, não vai usar a máquina contra Witzel, não faz parte do caráter dele. Witzel não teria chance alguma de ser governador, ele corria atrás do Flavio (filho de Bolsonaro), eu estava na campanha dele, ele ligava para suplicar para subir no trio elétrico ao lado do Flavio, para colar imagem”, revelou o deputado.

Na mesma linha de Witzel, Otoni de Paula lembrou também das atitudes do governador de São Paulo, João Dória. “Ele levanta agora o calcanhar contra o presidente da República, se ele não fosse o BolsoDória, não seria governador do estado”, lembrou.

Confira a entrevista:

da Redação

Comentários