Inescrupuloso e condenado a 30 anos de prisão, Zé Dirceu diz que 2019 foi “um ano de vitórias”

Um homem sem valores morais.

Um criminoso de alta periculosidade. A verdadeira cabeça pensante da 'esquerdalha' brasileira.

Inteligente, frio e calculista.

O idealizador do plano de aparelhamento do estado brasileiro para implantar uma estrutura de poder radical e de esquerda.

Os seus instintos mais primitivos de busca do poder pelo poder, foram freados pelo Escândalo do Mensalão e pelaa Operação Lava Jato.

Está condenado a 30 anos, nove meses e dez dias de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Entretanto, José Dirceu está solto.

Dai, ter proclamado para a militância petista que 2019 foi “um ano de vitórias”.

“Nós passamos, acredito eu, pelo pior”, avaliou o delinquente.
“Vamos retomar o fio da história. Vamos construir um Brasil justo, livre e soberano. Um Brasil que cuida da sua terra e do seu povo”.

E prossegue:

“Não é este país de Bolsonaro, Moro e Guedes. É o Brasil de Lula, o Brasil daqueles que tombaram lutando pela liberdade, pela democracia, mas também pelo socialismo”.

É realmente um grande e perigoso pilantra.

da Redação

Comentários