Porchat declara: “Com religião se brinca sim”, em artigo sobre ataque a sede do Porta dos Fundos

O ator, apresentador e diretor Fábio Porchat, escreveu um artigo, postado no site de O Globo, nesta segunda-feira, 30, onde desabafa sobre os ataques que aconteceram contra a sede do Porta dos Fundos (canal do Youtube) e sobre a repercussão negativa do especial de natal “A primeira Tentação de Cristo”.

O ator declarou que “com religião se brinca sim” e que tudo o que o Porta dos Fundos fez está dentro da lei. Porchat acredita que se está na constituição e dentro da lei não tem problema em satirizar qualquer religião.

"Satirizar a Bíblia, olhe só, não é contra a lei. Chutar a Nossa Senhora é contra a lei. Depredar centros de umbanda é contra a lei. Dizer que você tem que parar de tomar remédio e só quem cura é Deus é contra a lei. Jogar coquetel molotov em uma produtora porque não gostou do que ela produziu é contra a lei. E, veja, brincar com a imagem de Deus não é intolerância. Intolerância é não querer deixar que brinquem", afirma Porchat.

O especial de natal em parceria com a Netflix traz a imagem de Jesus - interpretado por Gregório Duvivier - como homossexual e ainda coloca Deus, Maria e José como um triângulo amoroso.

Para finalizar o seu artigo Porchat conclui:
"Viva o humor! Viva a liberdade de expressão! Viva a tolerância! E, por que não, viva Jesus!"

É efetivamente um irresponsável fanfarrão.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários