O mais assustador foi o olhar de “ódio” de Francisco (veja o vídeo)

Impressionante como os radicais brotam de onde se menos espera...

Bastou fazer uma crítica ao Papa que o povo radical católico já se insurgiu. As pessoas não entendem que fazer isso é o caminho para espantar mais gente da Igreja.

Eu sou católica. Minhas filhas estudam em escola católica. E não, não concordo com o que esse Padre está fazendo.

O comportamento político do Papa se assemelha muito ao do Felipe Santa Cruz, por exemplo...

Pra mim, o que me espantou no tal episódio, não foi o tapa e o puxão instintivos... que qualquer um faria como defesa (ok, ele é Papa, mas ainda assim um ser humano).

O que me espantou foi o olhar de ódio....

Alias, já havia me incomodado as cenas clássicas dele tirando a mão quando algumas pessoas em fila, iriam beijá-las. Tirava para algumas... outras não...

Esse é o mesmo Papa que conquistou o coração de fiéis quando, ainda Bispo na Argentina, lavava e beijava moradores de rua...

Enfim, se pra você, criticar o Papa é uma ofensa, um pecado, talvez seja melhor se aprofundar na história e nos ensinamentos da religião.

Veja o vídeo:

(Texto de Flavia Ferronato. Coordenadora do Movimento Advogados do Brasil)

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários