Ministro Ernesto Araújo dá “surra intelectual” em Leonardo Boff, o teólogo petista

Nesta quarta-feira, primeiro dia do ano, o ministro da Relações Exteriores, Ernesto Araújo, desejou a todos os seus seguidores “um feliz ano novo” e salientou que é preciso continuar trabalhando contra o “mecanismo esquerdista”. Entretanto o teólogo, filósofo com ligações ao PT, Leonardo Boff, não gostou da publicação do ministro e retrucou com críticas e xingamentos.

“Feliz Ano Novo! Em 2020 é preciso continuar trabalhando contra o mecanismo esquerdista, e não basta fazê-lo dentro do Brasil. Há que combater na frente externa pois a esquerda sempre é transnacional. Lulopetismo+isentoleft são expressão de um projeto de poder global e globalista”, afirmou o Araújo.

Leonardo Boff, respondeu dizendo:

“Nunca a inteligência foi rebaixada com seu pensamento velhista e falso e o Brasil jamais passou tanta vergonha com suas intervenções sem nenhuma base séria senão fruto de um preconceito anti-humano e anti-vida.”

A discussão seguiu acalorada envolvendo o meio religioso. Araújo disse que quando Boff apareceu com a sua teologia os católicos eram 90% do país e atualmente são 50% o que prova que o povo não aprova o pensamento do teólogo.

O ministro não poupou palavras para descrever o que Boff e a esquerda representam perante a igreja.

“Você e seus amigos, ao tentarem transformar a Igreja Católica em linha auxiliar do PT, perderam o povo. Mas não desistem. Tendo abandonado os pobres, agora tentam a ecologia como instrumento. Tentam de tudo. Não descansarão enquanto não tiverem conseguido destruir a Igreja. [...] Enquanto católico, digo o seguinte: nunca o catolicismo foi tão rebaixado quanto o é pelo seu pensamento apóstata e mentiroso e nunca passou tanta vergonha quanto passa com a sua bajulação de um sistema esquerdista corrupto”, reiterou o ministro.

Leonardo Boff não respondeu às afirmações de Araújo

Veja a postagem:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários