assinante_desktop_cabecalho

Militantes intolerantes comemoram o incêndio criminoso

Ler na área do assinante

Na última terça-feira, 31, a estátua da loja Havan da cidade de São Carlos no interior de São Paulo foi totalmente destruída por um incêndio. A Polícia Civil já confirmou que o incêndio foi criminoso.

Não sobrou nada da réplica da estátua da liberdade e gravações repercutiram nas redes sociais sobre o assunto. O empresário Luciano Hang (dono da rede de lojas) divulgou um vídeo revelando toda a sua indignação contra o crime praticado.

“Fomos vítimas de terrorismo, isso mesmo. Tocaram fogo na nossa estátua da liberdade, querem nos calar. Não têm propostas, não têm argumentos e aí partem para a ignorância, para o ataque físico, para colocar fogo na propriedade privada”, disse Luciano Hang.

O que mais chama a atenção é a intolerância de militantes esquerdistas nas redes sociais. Muitos comemoraram, “agradecendo” ao terrorista que praticou o crime contra a Havan, outros dão dicas de como incendiar as estátuas.

Confira:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar