assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Filha de políticos, jovem e bela advogada, namorada do maior doleiro do país, vai continuar presa

Ler na área do assinante

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), em decisão do ministro João Otávio de Noronha, negou pedido de liberdade feito pela namorada do doleiro Dario Messer, tido como o “doleiro dos doleiros”.

Myra de Oliveira Athayde, uma bela advogada de apenas 27 anos de idade, está presa desde 19 de novembro do ano passado.

A jovem é filha de um casal de ex-políticos de Campos dos Goytacazes (RJ), no norte fluminense.

A mãe, Alcione Athayde foi deputada federal por dois mandatos, assumidos como suplente, e ocupou cargos na prefeitura de Campos e no governo do Rio de Janeiro. Médica, prima do ex-governador Anthony Garotinho, Alcione foi presa na Operação Pecado Capital, em agosto de 2008.

A ação apurava desvios de cerca de 60 milhões de reais na Secretaria de Saúde estadual na gestão da ex-governadora Rosinha Mateus, mulher de Garotinho, e também prendeu o ex-secretário de Saúde Gilson Cantarino. Alcione ficou detida pouco mais de um mês.

O pai de Myra, Carlos Jader, é empresário e dentista. Já ocupou o mandato de vereador em Campos. Nunca foi preso.

A prisão de Myra na Operação Câmbio Desligo, desdobramento da Lava Jato no Rio, foi mantida porque os investigadores descobriram que ela trouxe dinheiro do Paraguai para o Brasil e o remeteu para os Estados Unidos, enquanto o doleiro estava foragido.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários