Fama de “às da corrupção bem-sucedido” de Renan, pode estar com os dias contados

“Prenda-me se for capaz”, o famoso filme, é comparado pela Revista Crusoé a Renan Calheiros, que seria a versão nacional de Frank Abagnale Jr.

O homem metido em infindáveis problemas com a Justiça, sempre consegue escapar por um fio.

“Alvo de 25 investigações nos últimos anos, o senador segue invicto: não foi condenado em nenhuma. Dos 19 inquéritos instaurados contra ele, onze já foram mandados para o arquivo ou tiveram as denúncias rejeitadas por falta de provas”, dia a reportagem da revista.

Porém, “sempre há uma luz no fim do túnel” e a fama de Renan como “às da corrupção bem-sucedido”, pode estar com os seus dias contados.

Eis o relato da revista:

“Pelo menos duas investigações em andamento contra esse que é a pior escória da política brasileira, tem o enorme potencial de finalmente encurralar o senador alagoano.
Uma delas é o inquérito aberto para apurar o pagamento de propina da Braskem, empresa do Grupo Odebrecht, a parlamentares que ajudaram na aprovação de um projeto de resolução pelo Senado que estipulava novas regras para a concessão de benefícios fiscais estaduais em operações de importação. Renan nem era investigado nesse caso, mas seu nome foi incluído após a Lava Jato encontrar nos sistemas do departamento de propina da empreiteira registros sobre a entrega de 1 milhão de reais para o codinome ‘Justiça’ – segundo os delatores, era o apelido do senador.”
“A outra investigação com possibilidade de se desdobrar em mais uma denúncia contra o senador de Alagoas tem por base a delação de Sérgio Machado e de executivos da JBS. O inquérito apura o repasse de 40 milhões de reais da empresa dos irmãos Joesley e Wesley Batista a Renan e aliados em troca do apoio à reeleição da Dilma Rousseff, em 2014. O senador teria ficado com 8 milhões de reais desse total.”

Renan Calheiros é atualmente no Brasil a figura que encarna com absoluta propriedade o maior exemplo de impunidade.

Além de ‘liso’, Renan é impetuoso, agressivo e cínico. Agride e ofende quem o investiga e inventa acusações estapafúrdias.

Resta saber se finalmente conseguirão dar um ponto final em sua tortuosa carreira política.

da Redação

Comentários