Governador socialista do Espírito Santo se apropria do mérito do ministro Sérgio Moro (veja o vídeo)

O Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, do Partido Socialista Brasileiro, em recente solenidade de prestação de contas do ano de 2019, falou da importante redução dos elevados índices de criminalidade no Espírito Santo, sem fazer qualquer referência ao Governo Federal.

Segundo o Governador, em 2019, pela primeira vez, desde 1993, o estado apresentou um número de homicídios menor que 1000 em um ano.

No comparativo entre 2018 e 2019, 131 vidas foram poupadas no Espírito Santo.

A Grande Vitória apresentou a maior redução, com 522 casos registrados em 2019, o que representa 15% a menos que no ano anterior. Esse foi o menor número de homicídios na região desde 1996.

Casagrande deu uma alfinetada na questão da facilitação do acesso ao porte de armas de fogo, coisa que fez muita falta durante a greve da Polícia militar no estado, em 2017: “Temos visto uma indução às armas e quando isso acontece, mais armas se oferta aos bandidos. Montamos uma delegacia especializada em armas e munições com o desafio de tirar esses itens das mãos dos criminosos”, apontou o governador.

Como já é de conhecimento público, desde que o presidente Jair Bolsonaro assumiu o governo, os índices de criminalidade começaram a cair. O tratamento dado à criminalidade mudou, e até mesmo os magistrados passaram a apresentar um comportamento mais endurecido com os criminosos, tanto com os “pés rapados”, quanto aos de colarinho branco.

Sérgio Moro

No final de 2019, o Ministro da Justiça e da Cidadania Sérgio Moro disse em discurso que durante o ano, houve significativa redução em todos os nove crimes registrados na plataforma do SINESP- Sistema Nacional integrado de segurança pública, com base nos boletins de ocorrência dos estados e do Distrito Federal.

Segundo Moro, o destaque foi para a queda no número de homicídios: menos 22% em todo o país, em comparação com o mesmo período do ano passado, o que resultou em mais de 6.900 vidas preservadas.

De acordo com o ministro, houve queda também nas ocorrências de estupro (- 10,5%), furto de veículos (- 11,1%), lesão corporal seguida de morte (- 4,7%), latrocínio (- 21,7%), tentativa de homicídio (- 6,6%), roubos às instituições financeiras (- 36,4%), de cargas (- 22,9%) e de veículos (-24,9%) também registraram queda.

Será que o Governador Casagrande “esqueceu-se” desses dados, amplamente divulgados por todos os meios de comunicação?
Será que ele teria “esqueceu” da atuação da força nacional no município de Cariacica, que reduziu brutalmente o número de homicídios?
Será que ele esqueceu que o ministro Sérgio Moro esteve no estado, observando o trabalho da Força Nacional, que seu ministério havia enviado?
Ou será que o governador quer se apropriar do mérito do Governo Federal na redução das taxas de criminalidade?

Veja o vídeo:

Fontes:

https://www.novo.justica.gov.br/news/politicas-publicas-eficazes-e-integracao-resultaram-na-reducao-da-criminalidade-violenta

https://pc.es.gov.br/Notícia/governo-do-estado-apresenta-balanco-sobre-reducao-da-criminalidade-em-2019

Everson Leal

Radialista

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários