Chefe da Secom faz discurso histórico e desmonta matéria difamatória da Folha de S.Paulo (veja o vídeo)

Em pronunciamento histórico, o secretário da Comunicação, Fábio Wajngarten, desmascarou o jornal Folha de S.Paulo e os “grupos monopolistas e poderosos” - como classificou a extrema imprensa brasileira.

O secretário se referiu a uma matéria escrita pelo jornalista Fabio Fabrini, da Folha, em que de todas as formas possíveis tentou incriminar Wajngarten, prenchendo sua notícia com ilações.

Ao lado do ministro-chefe da Secretaria do Governo, Luiz Carlos Ramos, Fabio Wajngarten contou um pouco da sua trajetória de vida e diz sempre enfrentou esses “grupos poderosos”.

Entretanto no desabafo que fez, não perdoou as más intenções dos envolvidos.

“Mexeram com a pessoa errada.”, disse o secretário

A Folha tentou encontrar - sem sucesso - desvio de verbas públicas para empresa ligada ao secretário. Porém, Wajngarten provou com dados da Receita Federal, que não possui nenhum tipo de corrupção em suas contas e ainda afirmou que os documentos da empresa estavam abertos a quem quisesse ver.

“Eu não tenho nada a esconder! À época da minha nomeação foi orientado, foi ordenado, que eu saísse do quadro da gestão da FW Comunicação e Marketing (empresa do secretário), atitude esta imediatamente cumprida e vistoriada pela SAJ e pela Comissão de Ética”, afirmou.

Para finalizar suas declarações que destruíram as mídias falaciosas, o secretário afirmou:

“Com o apoio do ministro Ramos, com o apoio do presidente Bolsonaro, enquanto eles me quiserem aqui… Eu vou continuar enfrentando grupos monopolistas e poderosos! [...] A matéria tem nome e sobrenome. E se determinados grupos de comunicação ou instituto de pesquisa tinham em mim a tentativa de construção de uma ponte de diálogo, esta ponte foi explodida hoje.”

Confira:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários