Trecho da Rodovia Transamazônica em Palestina do Pará é asfaltado e sinalizado

Obra, que ficou parada por 16 anos, devolve ao Estado uma das principais vias de escoamento da produção agropecuária

O governo retomou as obras na BR-230 (Transamazônica) a todo vapor desde o inicio de 2019, em dezembro, o Ministério da Infraestrutura inaugurou um espaço de 12 km asfaltados:

“Quanto tempo sem asfalto, e agora chegou aqui, em Palestina. E o asfalto vai chegar mais longe. Vamos continuar pavimentando a Transamazônica, até chegar a Itaituba. O Pará merece uma estrutura de qualidade. Terminamos de asfaltar a BR-163 (Santarém-Cuiabá) até Miritituba (distrito de Itaituba). Vamos melhorar a PA-158 e a PA-155, em Marabá, um dos principais eixos de exportação desse País. O Estado vai se conectar ao resto do Brasil e caminhar rumo a sua vocação, que é ser grande”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas durante a inauguração.
"Por muitos anos esse pedaço ficou esquecido. No inverno era lama; no verão era poeira. E o povo vinha achando que tinha sido esquecido. Eu quero lembrar que, na condição de governador, fiz questão de vir aqui pra dizer que nós vamos mudar aquela história de que as estradas do Pará são ruins. Quero agradecer ao ministro, ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e a nossa bancada em Brasília (DF) pelas diligências feitas para resgatar a esperança dessas pessoas, no intuito de trazer investimentos para melhorar a estrutura rodoviária do nosso Estado", disse Helder Barbalho.

O trecho da rodovia recuperado beneficia o escoamento da produção - com destaque para a pecuária - e a distribuição de insumos (para indústrias e fábricas locais), levando desenvolvimento à Região de Integração Carajás, que tem expressiva participação no Produto Interno Bruto (PIB) do Pará - aproximadamente 30%.

Fonte: Agência Pará

da Redação

Comentários