O Filósofo e o Guerreiro

Como contextualizar as críticas de Olavo de Carvalho ao Governo Bolsonaro

Sempre que reclamo do excesso de críticas feitas ao Governo Bolsonaro, um comentário que escuto é: "Mas até Olavo critica o Governo de vez em quando".

Na maioria desses casos, pergunto: você se chama Olavo? Estuda comunismo (e mais uma infinidade de assuntos) há 50 anos? Entende pra que servem e como se aplicam as observações de um filósofo? Entende a diferença entre um filósofo e um líder? Então, calma.

O papel do filósofo - ao menos um dos papéis - é pensar, formular corretamente os problemas, descobrir soluções descobrir a verdade. O papel do um líder é tomar decisões, sobretudo decisões com as quais ele possa arcar com as consequências.

Olavo é filósofo. Bolsonaro é líder. Os problemas formulados por Olavo são profundos e muitas vezes demoram décadas para serem resolvidos.

Neste vídeo, pretendo jogar luz sobre esse pouco conhecido processo de complementaridade entre o pensador e o guerreiro que está tirando o Brasil do rumo do abismo.

Herbert Passos Neto

Jornalista. Analista e ativista político.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários