A melhor definição para o juiz que chamou o Brasil de ““merdocracia neoliberal neofascista”

Esse homem aí é o JUIZ DO TRABALHO Jerônimo Azambuja Franco Neto, lotado na 18ª Vara do Trabalho de São Paulo, que escreveu, em uma sentença prolatada na semana passada, que o Brasil vive numa “merdocracia neoliberal neofascista”.

Se ele tem essa liberdade de expressão para assim se referir ao Brasil e à escolha democrática do país, eu também tenho, e digo, portanto, que melhor vivermos, nós todos, os “neofascistas”, na nossa “merdocracia” do que estarmos na situação desse tal Azambuja, na sua “idiocracia neoditatorial judicial”, onde energúmenos medíocres acabaram alçados a cargos de Poder na sociedade, apenas porque conseguiram decorar meia dúzia de conceitos jurídicos.

Como dizia Nelson Rodrigues, “os idiotas vão dominar o mundo; não pela capacidade, mas pela quantidade. Eles são muitos.”

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários