PSOL tenta “imortalizar” Marielle em Brasília, mas governador impede

No Setor Comercial Sul, na área central da Capital Federal, um projeto aprovado pelos deputados distritais criava a Praça Marielle Franco.

No maior silêncio, a votação aconteceu em novembro do ano passado.

O PSOL apenas aguardava a sanção do governador Ibaneis Rocha para fazer festa e estardalhaço com a “imortalização” de Marielle em Brasília.

A “bandeira” da esquerda iria novamente extrapolar as fronteiras do Rio de Janeiro e adentrar na capital do país.

O barulho ia ser grande.

“Marielle vive” ia retornar com força total.

Porém, um fato inesperado aconteceu.

O governador vetou sob o argumento de que “não há interesse público na criação da praça”.

Ibaneis Rocha afirmou ainda que 'não há relação entre nome da vereadora e o Distrito Federal'.

Fim de festa!

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários