PSOL tenta “imortalizar” Marielle em Brasília, mas governador impede

Ler na área do assinante

No Setor Comercial Sul, na área central da Capital Federal, um projeto aprovado pelos deputados distritais criava a Praça Marielle Franco.

No maior silêncio, a votação aconteceu em novembro do ano passado.

O PSOL apenas aguardava a sanção do governador Ibaneis Rocha para fazer festa e estardalhaço com a “imortalização” de Marielle em Brasília.

A “bandeira” da esquerda iria novamente extrapolar as fronteiras do Rio de Janeiro e adentrar na capital do país.

O barulho ia ser grande.

“Marielle vive” ia retornar com força total.

Porém, um fato inesperado aconteceu.

O governador vetou sob o argumento de que “não há interesse público na criação da praça”.

Ibaneis Rocha afirmou ainda que 'não há relação entre nome da vereadora e o Distrito Federal'.

Fim de festa!

da Redação
Ler comentários e comentar