2016, ano de renovação na Câmara e disputa entre o representante de João Amorim contra Bernal

Os vereadores de Campo Grande estão visivelmente apavorados com às manifestações contrárias à atuação da Câmara Municipal na atual legislatura, que já se tornou conhecida como 'a pior Câmara da história de Campo Grande'.

Esses vereadores - que perpetraram o golpe político, que cassou no dia 12 de março de 2014 o mandato do prefeito Alcides Bernal, com o retorno deste à prefeitura em agosto de 2015, por determinação judicial, e, também, com a elucidação das práticas perversas, ilegítimas e criminosas intentadas - estão, cotidianamente, sentindo na pele a aversão da população.

Analistas mais radicais, arriscam o palpite de que da atual formação do legislativo municipal, somente a vereadora Luiza Ribeiro e os novatos, aqueles que entraram no lugar dos que foram cassados, alheios às tramóias realizadas, tem chances de reeleição. Os demais, todos, sem exceção, dificilmente conseguirão êxito. Alguns deles, inclusive - os mais implicados com a polícia, casos de Mario Cesar e Edil Albuquerque - já anunciaram que estarão abandonando a política e sequer concorrerão no próximo pleito.

De outro lado, Alcides Bernal, por sua vez, onde chega é ovacionado e recebe o carinho e a solidariedade da população.

Algumas pesquisas e enquetes já demonstram o seu franco favoritismo na disputa da reeleição. Uma nova vitória de Bernal, configurará a derrota de João Amorim, o gangster travestido de empresário que maltrata, sem dó, nem piedade, a muito tempo, o sofrido povo campograndense.

Lívia Martins

Faça contato e envie denúncias para: liviamartins.jornaldacidade@gmail.com

                                        https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Comentários