Venezuela: a população não sabe mais o que fazer, 16 mil protestos em 2019 (veja o vídeo)

A população Venezuelana já não sabe mais o que fazer. Em 2019, foram feitos em todo país 16.739 manifestações contra o governo do ditador Nicolás Maduro, o que equivale a mais de 46 protestos por dia, segundo o estudo publicado pela ONG Observatório Venezuelano de Conflitos Sociais- OVCS.

O Estado de Miranda foi o que apresentou o maior número de protestos durante o ano passado, com 1355 manifestações.

Os trabalhadores da saúde e dos transportes foram os que mais aderiram aos protestos.

Os cidadãos estão se sentindo abandonados em suas necessidades mais básicas para sobreviver.

A última taxa de desemprego medida pela consultoria privada Econométrica apontou 40%; o salário mínimo na Venezuela é de 18 mil Bolívares (5,50 dólares), o equivalente a mais ou menos 22 reais, o que mal dá para comer, muito menos para sustentar uma família.

Ainda de acordo com o OVCS, os protestos se caracterizaram pela exigências de direitos econômicos, sociais, culturais, políticos e ambientais.

Em nota a ONG ainda declarou sua conclusão:

“O principal problema dos venezuelanos é a ausência de democracia. A recuperação da qualidade de vida na Venezuela passa pela mudança de rumo político. Enquanto essa situação não ocorrer, a crise econômica e social em que o país está submerso se aprofundará. Uma parte dos cidadãos, dada a necessidade de sobreviver, será forçada a se adaptar às condições de vida desumanas ou fugir, à sombra de outro grupo com melhores condições econômicas para aliviar a situação.”

Com certeza, a melhora na caótica situação da Venezuela passa por uma grande mudança política. O ditador Maduro conseguiu piorar o país, que já andava muito mal das pernas. Lá, nos tempos do antecessor Hugo Chaves, que felizmente morreu em 2013, economia já vinha definhando a passos largos, devido a medidas equivocadas e fanfarrônicas, mas ainda restava alguns resquícios de liberdade de expressão e política, que agora são terrivelmente combatidos, sob pena de prisão ou morte, tudo com o total apoio dos partidos de esquerda brasileiros.

Veja o vídeo:

Fonte: Canal de notícias NTN 24 e OVCS

Everson Leal

Radialista

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários