assinante_desktop_cabecalho

Oposição articula derrubar ID Digital para manter "monopólio" da UNE e da UBES

Ler na área do assinante

Um suposto "líder da Câmara", entrevistado pelo ‘O Antagonista’ disse que a Medida Provisória (MP) que criou a carteirinha estudantil digital - ID Estudantil - não irá a frente. O cidadão não foi identificado. mas disse o seguinte, segundo o site:

“[A MP] Vai caducar, não tenha dúvida. Há essa mobilização dos partidos, principalmente do Centrão, para que essa MP não vá à frente. Deve caducar ainda na comissão mista, sem nem ir para a Câmara”, afirmou o tal líder.

O ID Estudantil foi criado pelo Ministério da Educação (MEC) do governo Bolsonaro, e começou a valer no final de 2019, beneficiando milhões de estudantes em todo o Brasil.

Graças a essa ação, estudantes não precisam mais desembolsar dinheiro para ter a Carteirinha Estudantil.

Antes para um aluno ter o documento tinha que gastar em torno de R$ 50. Essa verba ia para os cofres da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e da União Nacional dos Estudantes (UNE).

Graças a essa ação do governo, o custo atual é zero, basta apenas baixar o aplicativo do ID Estudantil em seus smartphones e fazer o cadastro.

Segundo o tal líder, a MP - que vencerá em 16 de fevereiro - não chegará nem a votação na Câmara dos Deputados. O grande partido mentor por trás dessa ideia é o PCdoB, que por mais de duas décadas vem controlando as duas entidades que arrecadam milhões.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar