PSOL, que defende descriminalizar o aborto e a maconha, diz ter crescente militância evangélica

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), fez uma publicação falaciosa em suas redes sociais nesta segunda-feira, 27. Na postagem em questão contém o seguinte argumento:

“Se você é evangélico, ou de qualquer outra religião, e defende o respeito ao próximo, a tolerância e as liberdades individuais, seu lugar é no PSOL.”

A publicação ainda contém uma frase do atual presidente do partido, Juliano Medeiros.

“Temos uma crescente militância evangélica se engajando no PSOL. Evangélicos progressistas que defendem as liberdades individuais, os direitos civis, a tolerância e o respeito ao próximo”, disse Juliano.

Veja:

O mesmo partido que defende o aborto, a união e casamento de homossexuais, a liberação da maconha, agora tenta se infiltrar na comunidade evangélica.

Sem duvida essa estratégia não vai surtir efeito, pois os cristãos não irão compactuar com o uso de drogas, o aborto e nem com a tentativa de impor a famigerada ideologia de gênero dentro das escolas.

da Redação

Comentários