Desesperado, Maduro agora quer privatizar empresa estatal de petróleo

O governo da Venezuela, depois de ter estatizado o petróleo do país, há algumas décadas atrás, durante o governo do ditador Hugo Chaves está tentando privatizar a estatal que era a joia da coroa Venezuelana: A petroleira PDVSA - Petróleo da Venezuela S/A, que está praticamente falida, com diversos equipamentos quebrados por falta de manutenção, defasagens tecnológicas e problemas no sistema de distribuição.

Segundo o canal de notícias colombiano NTN24, o problema é tão grave que Maduro jogou no colo da Assembleia Nacional para que eles decidam. Só que para isso, terão de mudar a Constituição do país, que foi mudada na época de Chaves justamente para estatizar a produção de petróleo do país.

Representantes do governo já estariam em conversações com as empresas petrolíferas Rosneft, da Rússia, com a espanhola Repsol e com a ENI SPA, da Itália.

O objetivo é que quem fechar o acordo, assuma a administração da empresa, salde as dívidas e fique com a maior parte dos ativos da petroleira. Ao governo venezuelano, caberia apenas uma pequena parte das ações e royalties da exploração do petróleo.

Crise humanitária

A Venezuela encontra-se em uma gravíssima crise econômica, social e política, com sua população passando fome e um índice de desemprego que ultrapassa os 40%; o governo do ditador Maduro mal consegue pagar os salários dos funcionários públicos, e leva o país com mão de ferro, o que já provocou a fuga de mais de 4 milhões de pessoas, segundo a ONU.

De acordo com analistas da NTN24, a oposição, que sempre foi favorável a exploração privada na produção de petróleo e da privatização da PDVSA deve ser contra, já que essa era uma pauta sua.

Nossa Análise

É muito difícil que alguma grande empresa se aventure nessa empreitada duvidosa, já que há algumas décadas, várias delas atuavam na Venezuela e foram espoliadas por Hugo Chaves, que se apropriou de refinarias e demais instalações petrolíferas estrangeiras no país, que continua com sua política socialista tocada por Maduro, cria de Chaves.

Essa tentativa de venda da PDVSA mostra a realidade do socialismo. Não deu certo em lugar nenhum no mundo; esse é um verdadeiro atestado de incompetência e da desorganização do socialismo, que tem em sua base mentiras e promessas vazias, de um futuro brilhante, que nunca chega, mas no presente é maravilhoso apenas para quem está no poder.

Everson Leal

Radialista

Comentários