assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

General Heleno desmente nova fake news: “Aumenta o número de desonestos intelectuais na mídia”

Ler na área do assinante

O ministro-chefe de Segurança do Gabinete Institucional (GSI), general Augusto Heleno, não está dando trégua aos grandes monopólios esquerdistas e a extrema imprensa que dia após dia se empenha em criar mentiras sobre o governo Bolsonaro.

Por meio de suas redes sociais o ministro desmascarou mais uma mídia que criou uma falaciosa notícia envolvendo o nome do general.

Trata-se do jornal Diário da Amazônia, que publicou uma matéria afirmando que Heleno havia pedido ao presidente Jair Bolsonaro para que ele exonerasse o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

“Heleno pediu a demissão de Weintraub ao Presidente Bolsonaro”, diz a manchete do jornal.

Confira:

O general, visivelmente irritado com a situação publicou na última quinta-feira, 30, as seguintes palavras:

“Manchete mentirosa do Diário da Amazônia. [...] Aumenta o número de desonestos intelectuais na mídia. Jamais tratei desse assunto com o presidente da República.”

Nesta semana, o ministro já havia desmentido o colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim, e o chamou “Lauro Jardim de mentiras”.

Heleno tem utilizado suas redes sociais fortemente para desmentir a imprensa com alinhamento ideológico de esquerda, que tem se mostrado incansável na criação de fake news.

“Querem criar fissuras na equipe. Lamentável”, concluiu o general Augusto Heleno.

Confira:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários