Entenda porque “Botafogo” está tão irritado com o ministro Abraham Weintraub

Nos últimos meses a esquerda e o centrão diagnosticaram que as grandes conquistas do governo do Presidente Jair Bolsonaro em 2019 o reafirmaram como um candidato imbatível para as eleições de 2022.

Em decorrência disso, se uniram para fazer ataques sistemáticos aos ministros que mais se destacam, estando entre eles Abraham Weintraub, do MEC, que por sua irreverência, coragem e sagacidade não se curvou aos caprichos dos sindicatos dos professores, muito menos se acovardou contra as inquisições atabalhoadas comandadas pelos deputados federais.

E, que por sua inteligência, capacidade e comprometimento com o trabalho está implementando uma gestão mais econômica e eficiente em todo o sistema de educação com projetos audaciosos como a concessão de carteira estudantil gratuita, fornecimento de vale-creche e combate ao tráfico de drogas nas UF’s.

Dentre todos os ministérios, a missão do ministro Abraham Weintraub é a mais difícil, pois possui um exército de aproximadamente 300 mil servidores, onde uma grande parcela é militante voraz da esquerda que fará de tudo para prejudicar sua gestão, em prejuízo a milhões de alunos de todas as idades.

O fato de certos políticos como Rodrigo Maia (DEM), vulgo botafogo, dentre outros deputados do PT e PC do B estarem criticando o ministro Abraham Weintraub indica que ele está indo no caminho certo, uma vez que esses políticos no passado apenas elogiaram aqueles que causaram a destruição do sistema de educação, pois eles sabem que a mudança de filosofia política dentro do MEC será a morte do marxismo dentro das escolas, ou seja, o fim da militância da esquerda.

Neste momento de perseguição, prestou meu apoio ao ministro Abraham Weintraub e torço pela sua permanência no MEC.

(Texto de Pierre Lourenço. Diretor Jurídico do Instituto Nacional de Advocacia – INAD)

Comentários