O Papa, o Lula, a “vaquinha” da igreja e a incoerência de Francisco

Não vi nenhum Papa visitando o Haiti após o terremoto, e nem o Banco do Vaticano fazendo sua contribuição às vítimas.

Não vi nenhum Papa indo a Tohuku, no Japão, após o Tsunami, e nem o Banco do Vaticano fazendo sua contribuição às vítimas.

Não vi nenhum Papa indo a Chernobyl após o desastre nuclear, e nem o Banco do Vaticano fazendo sua contribuição às vítimas.

Não vi nenhum Papa indo a Phuket após o tsunami, e nem o Banco do Vaticano fazendo sua contribuição às vítimas.

Não vi nenhum Papa indo à África após a epidemia de Ebola, e nem o Banco do Vaticano fazendo sua contribuição às vítimas.

Deixa eu entender... A Igreja está pedindo US$ 6,5 milhões para que esse Papa venha ao Chile.

Muito nobre o pedido. Façamos diferente! Vamos fazer uma campanha para arrecadar US$ 6,5 milhões, mas para que o Papa vá à Wuhan, na China, consolar as vítimas do Corona. Nessa o Banco do Vaticano nem precisa colaborar com nada, como de costume.

Já ouviram o ditado, "venha a nós e ao vosso reino nada"?

Quer moleza, Papa? Senta no pudim!

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários