Comentarista da Jovem Pan, em duas tuitadas, explica o ódio da classe artística ressentida

O ódio da classe artística, que levantou sua ira contra a atriz Regina Duarte foi resumida de maneira perfeita por Adrilles Jorge, da Rádio Jovem Pan.

Em duas tuitadas, Adrilles foi cirúrgico e detectou que tudo não passa do “ódio pelo corte de dinheiro travestido de defesa à cultura”.

“Um grande talento pode ser canalizado pra um grande bem ou grande mal. Um grande artista pode ser um grande canalha; um artista medíocre ou um homem comum pode ser um grande ser humano. Há grande arte em viver moralmente; a arte maior é a obra de uma vida exemplar.
A inveja raivosa contra Regina Duarte; a criação do fascismo imaginário pra destruir a imagem de um país; o ódio pelo corte de dinheiro travestido de defesa à cultura revelam: ninguém odeia com mais método, talento e arte que um artista ressentido.”
da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários