A greve dos petroleiros e a estapafúrdia decisão da juíza que legaliza a “invasão” da Petrobras

Há uma greve de petroleiros em curso.

Que a direção da Petrobras não ceda um milímetro. Essa categoria acumulou privilégios ao longo do tempo, como se deu com a imensa maioria dos funcionários de estatais federais.

E que se acelere o processo de venda das refinarias. Uma vez privadas, estaremos livres desse tipo de chantagem.

Eis então o que acontece, segundo o site O Antagonista (leia a nota abaixo)

PQP. Como é que juiz toma uma decisão destas?

Os ‘ultraradicaisesquerdistas’ do Brasil, senhores das corporações mais altas na elite, contrariam o mais óbvio bom senso.

Seus... (não vou escrever a ofensa toda para não ser processado), o controle acionário da Petrobras é nosso, é da população brasileira que paga impostos (que mantêm os salários dos juízes a propósito), não lhes damos o direito de invadir o que nos pertence, o que muito caro nos custou e de onde muito dos seus roubaram (comprovadamente, o maior caso de corrupção da história universal, Petrolão).

Então o Judiciário mais caro do mundo (em proporção do PIB) serve para juízes expressarem militância, abandonando a lei, a ordem e o mínimo de bom senso?

Francamente.

Aurélio Schommer

Membro do Conselho Curador na Fundação Cultural do Estado da Bahia - Funceb e Membro Titular no Conselho Estadual de Cultura da Bahia.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários