Bial destroça Petra Costa: “É uma menina querendo dizer para a mamãe dela que ela fez tudo direitinho” (veja o vídeo)

O apresentador da rede Globo, Pedro Bial, criticou em entrevista à rádio Gaúcha de Porto Alegre - RS, a cineasta Petra Costa, diretora do filme “Democracia em Vertigem”, que irá concorrer ao Oscar no próximo domingo.

Bial afirmou que Petra é um “ótima cineasta”, entretanto transformou seu longa-metragem em uma “ficção alucinada”.

O filme em questão, mostra os bastidores do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, porém de uma forma “petista”, ou seja, vitimizando Dilma. O longa foi produzido com a parceria da plataforma Netflix.

No documentário os principais assuntos pautados são os protestos de junho de 2013; o impeachment da presidente Dilma Rousseff, em 2016; a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2018; e a vitória de Jair Bolsonaro na disputa para o Palácio do Planalto, também em 2018.

Todos as pautas distorcem a verdadeira imagem da esquerda no Brasil.

“Você cria uma relação de causa-consequência entre coisas que não tem a menor relação causal. O filme é todo assim. [...] Vai contando as coisas, me desculpem a expressão, num pé com bunda danado”, disse Bial.

E continuou…

“É uma menina querendo dizer para a mamãe dela que ela fez tudo direitinho, que ela está ali cumprindo as ordens de mamãe, a inspiração de mamãe. ‘Somos da esquerda, somos bons. Nós não fizemos nada’.”

Confira:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários