Petra mente no afã de ganhar um Oscar e personalidades repudiam (veja o vídeo)

As mentiras contadas por Petra Costa são estratégicas e adredemente preparadas para agradar a esquerda internacional e assim conquistar o Oscar.

A encenação montada pela diretora de “Democracia em Vertigem” causou revolta em todo país.

Inúmeras personalidades se manifestaram nas redes sociais.

O ator Carlos Vereza reagiu indignado, revoltadíssimo, e não poupou palavras para classificar a impostora.

“Acabei de assistir uma entrevista da Petra Costa, ‘diretora’ do ‘documentário’ Democracia em vertigem!
Desculpem o termo: é uma canalha! O que ela está falando do Brasil é inacreditável!
Que Bolsonaro está perseguindo os gays, os negros sendo assassinados, o presidente mandando queimar a floresta amazônica, que, ao contrário das estatísticas, o crime cresceu 20%!
Alô, Embaixador do Brasil nos EUA! Faz-se urgente desmascarar essa hipócrita, que está fazendo de tudo para ganhar um Oscar!
Patife! É essa a narrativa que a esquerda faz no exterior!”

O general Paulo Chagas, conhecido ativista político, foi direto e objetivo:

“Esta mulher tem que ser sériamente processada pelos crimes de calúnia e de lesa pátria!”

E nem Pedro Bial engoliu a história mendaz criada por Petra:

“Você cria uma relação de causa-consequência entre coisas que não tem a menor relação causal. O filme é todo assim. [...] Vai contando as coisas, me desculpem a expressão, num pé com bunda danado.
É uma menina querendo dizer para a mamãe dela que ela fez tudo direitinho, que ela está ali cumprindo as ordens de mamãe, a inspiração de mamãe. ‘Somos da esquerda, somos bons. Nós não fizemos nada’.”

No vídeo abaixo, a medíocre entrevista, sem noção e totalmente mentirosa.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários