Disfarçando a desilusão, Gleisi comemora mesmo com fracasso de panfletagem petista no Oscar

A presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) e deputada federal, Gleisi Hoffmann, "comemorou a derrota" do documentário brasileiro indicado ao Oscar, Democracia em Vertigem.

O longa metragem narra os acontecimentos políticos dos últimos anos no Brasil, entretanto, com uma abordagem falaciosa dos fatos. Com um olhar alinhado à esquerda, o filme vitimiza a ex-presidente Dilma Rousseff pelo impeachment de 2016 - classificando-o como um golpe - e traz o atual presidente da República, Jair Bolsonaro, como um dos "vilões" da história.

O filme foi dirigido pela cineasta, Petra Costa, em parceria com a plataforma de streaming Netflix.

“Democracia em Vertigem não levou o Oscar, mas levou para o mundo a qualidade e competência de nosso cinema e da jovem cineasta”, escreveu Gleisi.

A petista ainda afirmou que o longa mostrou o "golpe" no Brasil e a ascensão da extrema direita.

“Parabéns Petra! Foi um oásis para o Brasil num deserto de vergonha que temos passado perante o mundo”, concluiu a presidente do PT.

Confira:

da Redação

Comentários