FHC e Lula unidos contra a delação de Cerveró

A Operação Lava Jato não tem cor partidária e está definitivamente passando o Brasil a limpo.

O povo, independente de suas preferências pessoais, tem que apoiar e aplaudir a excelência das investigações.

Aqueles que colocaram as mãos no dinheiro público, seja de qual partido for, devem prestar contas com a Justiça.

Ninguém merece ser protegido.

A delação de Nestor Cerveró atinge de maneira certeira o governo de FHC e o ex-presidente Lula.

O delator afirma que a compra da empresa argentina PeCom pela Petrobrás, em 2002, envolveu o pagamento de R$ 100 milhões em propinas ao ‘governo de FHC’.

Da mesma forma, Cerveró diz que foi alçado ao cargo de diretor da BR Distribuidora – subsidiária da Petrobrás – devido a um ato de gratidão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o delator, a troca foi feita porque ele ajudou o Grupo Schahin a vencer uma licitação para o aluguel de um navio sonda para a Petrobras.

Tanto FHC, quanto Lula desmentem Cerveró. Porém, o que é dito pelo ex-diretor da Petrobrás está obtendo respaldo com outras provas que estão sendo colhidas.

O clamor popular tem que ser pela apuração de tudo, sem proteção a quem quer que seja, doa a quem doer.

da Redação

                                                           https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Política