Site esquerdista levanta novas "calúnias" contra Gugu e família abre processo

Na última terça-feira, 11, o advogado da família do apresentador Gugu Liberato, Carlos Alberto Farnesi Regina, abriu um processo contra o site esquerdista Diário do Centro do Mundo (DCM) e o jornalista Joaquim de Carvalho.

O advogado afirma que a família sofre com “constantes e descabidas acusações caluniosas e difamatórias envolvendo a imagem de Gugu Liberato”.

Carlos Regina referiu-se no processo a uma falsa matéria - segundo o advogado - do site a respeito de um antigo processo que o DJ Leandro Kloppel Lo Frano moveu em 2012 contra Gugu, pedindo indenização por ter sido ‘supostamente’ abusado sexualmente pelo apresentador desde os 13 anos.

O DCM recentemente publicou uma matéria sobre o assunto, e teria recebido da fonte da informação - não identificada - o texto inicial do processo contra Gugu, que corria em segredo de justiça.

“O requerido (Gugu) se utilizou do seu prestígio, que é público e notório, para, juntamente com a sua rede de malfeitores, abusar sexualmente do requerido, sob a chancela de fazê-lo mais um astro de televisão. [...] Corrompeu-lhe de ambição, a ponto de cegá-lo e de tirar do requerente (Leandro) o direito de fazer suas próprias escolhas”, diz parte do processo, segundo o DCM.

Confira a manchete da matéria:

O advogado reiterou que o site e o jornalista foram formalmente avisados e notificados.

“Para todos os efeitos legais, a manutenção ou propagação desta falsa e ilegal notícia, sob sua exclusiva responsabilidade implicará, em tese, na prática de diversos ilícitos, inclusive, mas não se limitando, a vilipêndio a cadáver, calúnia, injúria, difamação, violação de sigilo judicial e eventualmente formação de bando ou quadrilha.”

O advogado ainda salientou que “qualquer outro veículo de comunicação que propagar esta ou qualquer outra informação contra a memória do apresentador Gugu Liberato terá o mesmo tratamento”.

Falsas notícias ou sensacionalismo por parte da imprensa alinhada com a esquerda é coisa cotidiana. A ofensa ao falecido apresentador de TV é covarde, vez que ele não pode mais se defender e só machuca a família, que sempre procurou resguardar a sua imagem.

da Redação

Comentários