Moro desmonta insinuações de petistas: morte de miliciano foi em confronto com polícia de Estado governado pelo PT

Na Câmara dos Deputados parlamentares do PT e de outros partidos de oposição, resolveram fazer pressão para que o ministro Sérgio Moro se manifestasse sobre a morte do ex-policial Adriano Magalhães da Nóbrega.

Como sempre, Moro não se intimidou. Muito pelo contrário, enfrentou o tema com a costumeira tranquilidade e desmontou as insinuações maldosas, tentando relacionar ao caso o senador Flávio Bolsonaro.

“A pessoa foi morta nesse confronto com a polícia. E veja: nem estou criticando a polícia lá, vai ser apurado. Mas é a polícia de Estado governado pelo Partido dos Trabalhadores”, disse o ministro.

De fato, a Bahia é governada pelo petista Rui Costa.

A insinuação desmontada só mostra a sordidez e a cara de pau dos petistas.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários