PRF prende miliciano que matou agente da PF no Rio de Janeiro

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) conseguiu efetuar a prisão na madrugada deste sábado (15) do miliciano Leandro Pereira da Silva, o “Léo do Rodo”.

Na semana passada, ele participou do assassinato do Agente de Polícia Federal Ronaldo Heeren, de 59 anos de idade, dos quais 22 dedicados à PF.

O homicídio causou extrema revolta na corporação.

No dia do crime, Ronaldo chegou numa favela do Rio de Janeiro numa Mitsubishi L200, viatura descaracterizada e não blindada da PF, que teria sido interceptada por um Toyota Corolla prata, de onde desceram quatro homens armados.

Um outro agente que acompanhava Ronaldo, Plínio Ricciard, conseguiu escapar ileso do cerco.

Os agentes ainda atiraram, mas os bandidos revidaram. Ricciard conseguiu saltar da Mitsubishi, pulou alguns muros e se escondeu em uma casa, que estava vazia.

No Twitter, o ministro Sérgio Moro comentou a operação que terminou com a detenção do chefe da milícia.

“Agente policial federal Ronaldo Heeren foi assassinado em serviço contra o crime organizado. Um herói. Prisão hoje de um dos suspeitos, líder de milícia. Confiamos que a PF identificará os responsáveis e os levará à Justiça. Inestimável apoio da PRF no caso.”
da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários