Dilma sanciona orçamento e mantém enxurrada de dinheiro para partidos políticos

O texto do Orçamento 2016, publicado nesta sexta-feira (15) no Diário Oficial destina 819 milhões de reais ao Fundo Partidário.


O valor estratosférico é muito superior aos 311 milhões de reais previstos na proposta original enviada ao Congresso. A justificativa para o aumento decidido pelos parlamentares é que este será o primeiro ano eleitoral em que o financiamento privado de campanhas estará proibido.

O Fundo Partidário trata-se de uma assistência financeira aos partidos políticos, que tenham seu estatuto registrado no Tribunal Superior Eleitoral e prestação de contas regular perante a Justiça Eleitoral. O valor atribuído a cada partido é dividido em doze parcelas disponibilizadas mensalmente.

O Orçamento aprovado no fim do ano pelo Congresso Nacional conta com a previsão de receita resultante do retorno da CPMF, pendente de aprovação pelo Congresso. O PSDB tentou, sem sucesso, aprovar em destaque a retirada da previsão de 10 bilhões de reais de arrecadação com o tributo, que o governo ainda espera aprovar, apesar da resistência de parlamentares à reedição do imposto.

da Redação

                                                    https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política