Chega de fake news covardes, a Folha de São Paulo precisa se explicar (veja o vídeo)

A equipe da TV Jornal da Cidade Online conversou com as deputadas Bia Kicis (PSL-DF) e Caroline De Toni (PLS-SC) sobre a CPMI das Fake News e ambas fizeram alertas importantes sobre os objetivos dessa comissão, e comentaram ainda sobre os acontecimentos recentes que implodiram a narrativa da esquerda sobre o disparo de mensagens em massa durante as eleições.

Para deputada Bia Kicis (PSL-DF), a pressão das redes sociais pode ajudar para que a mentira plantada na CPMI das Fake News não tenha consequências.

“Precisamos desmoralizar essa CPMI, e se tiver um relatório tendencioso, temos que ficar de olho para desaprovar”, alertou a parlamentar.

Grande mídia na CPMI das Fake News

Já passou da hora dos veículos de comunicação que espalham mentiras serem chamados para prestar esclarecimentos, é o que acredita a deputada Caroline De Toni (PSL-SC).

“A grande imprensa, insatisfeita com o presidente, tem espalhado muitas fake news. Então, se o objetivo é checar fake news, vamos chamar os grandes veículos de imprensa também, porque eles nunca são atingidos por essas acusações, é sempre o cidadão livre, que tem usado as plataformas digitais, que está correndo perigo de perder sua liberdade. A gente luta pela liberdade do cidadão e pela ética”, ressaltou.

O povão aqui de fora, do mundo real, que costuma chamar essa CPMI de CPMI da Censura ou dos Memes, já percebeu claramente a intenção por trás desse circo midiático. É melhor nem chamar de circo, para não ofender os palhaços, acrobatas e malabaristas...

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários