Janaína defende o General Heleno e sugere a diminuição do número de deputados

A jurista e deputada estadual pelo estado de São Paulo (SP), Janaína Paschoal (PSL), saiu em defesa do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, através de suas redes sociais, neste sábado, 22.

Tudo teve início após o vazamento de uma conversa entre Heleno com Paulo Guedes e General Ramos, onde ele diz que "alguns caras" estão fazendo “chantagem” com o atual governo.

"Nós não podemos aceitar esses caras fazer chantagem com a gente. Foda-se", disse Heleno.

Heleno se referiu a opositores do governo Bolsonaro que tentam a todo custo atrapalhar o bom andamento do país.

A deputada criticou a repercussão do assunto, que classificou como “crise inexistente”.

“General Heleno é um bom conselheiro do Presidente. [...] Não é hora de criar confusão. É disso que estou falando. [...] Mas estão, equivocadamente, transformando uma frase pontual, veiculada de forma privada, em uma crise inexistente. Isso não é bom”, escreveu Janaína.

A parlamentar aproveitou e formalizou sua opinião sobre as emendas que, segundo acredita, possa ser o motivo de indignação do ministro. Segundo Janaína, as emendas vão para as bases partidárias e são revertidas para a população. Entretanto, há uma pressão contra o governo para a destinação dessa verba.

“Então, General Heleno pode ter usado as palavras erradas, mas ele não mentiu. Vamos acabar com as emendas! Vamos diminuir o número de Deputados! Vamos debater políticas públicas”, exclamou a deputada.

A sugestão de Janaína Paschoal, para resolver esse dilema é proibir expressamente a liberação de emendas impositivas, que ficam sob a responsabilidade total de deputados e senadores. Na sequência, diminuir o número de parlamentares.

“Poucos parlamentares, mais preparados, mais visíveis, sem o subterfúgio de enviar recursos às bases, precisarão discutir ideias, políticas públicas... aí sim teremos uma verdadeira Democracia”, exclamou a deputada

Confira:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários