Fugindo de Deltan, José de Abreu não é encontrado pela Justiça

O ator da rede Globo e militante de extrema-esquerda, José de Abreu, parece estar fugindo da justiça.

O procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, entrou com um processo contra Zé de Abreu por “constantemente ofender a honra e dignidade” nas redes sociais, entretanto a Justiça tenta intimar o ator nos seus endereço, sem sucesso.

Nas mesmas redes sociais, Zé de Abreu afirmou recentemente que mora agora na Nova Zelândia.

O advogado de Deltan, José Rodrigo Sade, reiterou que tentou via alternativa e resolveu informar o ator através da internet, afinal o ator está sempre ativo por lá.

Segundo a defesa de Dallagnol, José de Abreu mencionou o processo nas redes, mostrando ter conhecimento do caso. Uma audiência está marcada para 1º de abril.

No pedido de indenização, o procurador diz que “ao chamar o Autor de bandido, canalha, bandido sem caráter, vagabundo, verme, bandido da pior espécie, rato, idiota, imbecil, além ainda de associá-lo como membro de um orgcrim (organização criminosa) e dizer canalha, vai para a cadeia, é evidente que o réu (José de Abreu) não exerceu qualquer direito de expressão ou de crítica, mas partiu para deliberado ataque à honra e dignidade do autor, provando ser pessoa que não convive com opiniões diversas, que desrespeita a vida alheia e debocha dos estatutos legais e institucionais do Brasil.”

A ação de Deltan pede indenização de R$ 41,8 mil.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários