"Orientação" do petista Rui Costa faz Bahia vivenciar um dos carnavais mais violentos dos últimos tempos (veja os vídeos)

Na última semana o governador da Bahia, Rui Costa (PT), orientou a Segurança Pública do estado que não interferisse nas festas feitas por foliões, e que ficasse apenas observando de longe as ‘brincadeiras’.

O governador afirmou que muitas vezes há multidões apenas ‘brincando’, e os policiais veem excesso onde não tem. Segundo Rui, as tais brincadeiras eventualmente usam um pouco de força física.

O petista ainda reiterou que se o pelotão entrasse para amenizar os conflitos, iria precisar usar energia igual ou superior aquela meia dúzia de foliões ‘brincando’.

“Muitas vezes você tem a multidão brincando, e o policial às vezes vê excesso, mas excesso na brincadeira de meia duzia de foliões, que está eventualmente usando um pouco de força física. Mas se o pelotão entra, vai precisar energia igual ou superior àquela meia duzia de foliões que está ali brincando. Ao invés de trazer tranquilidade, eu diria que está trazendo a mesma intranquilidade que os foliões estão fazendo ou até um pouco mais. Então é melhor que observe à distancia. Porque a tendência de ter ocorrências de machucar alguém tende a diminuir. Nossa orientação é que não entre no meio dos foliões”, disse Rui Costa.

O resultado foi uma grande catástrofe. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram a briga generalizada que a "orientação" do governador causou.

O vereador de Salvador - capital baiana - Alexandre Aleluia, desabafou em suas redes sociais, afirmando que devido a decisão de Rui Costa a Bahia vivenciou um dos carnavais mais violentos dos últimos anos.

“Mistura ideologia caquética de esquerda contra as forças de segurança com uma das maiores festas populares do mundo para ver o resultado”, disse o vereador.

Confira vídeos das brigas no carnaval da Bahia:

da Redação

Comentários