Passando o pano em Cid Gomes, PDT estuda possibilidades judiciais contra a família Bolsonaro

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) está estudando possibilidades de questionar judicialmente as declarações do deputado federal Eduardo Bolsonaro e do senador Flávio Bolsonaro, em relação ao fato ocorrido no Ceará, envolvendo o debiloide Cid Gomes.

O principal intuito da área jurídica do PDT é tentar abafar a culpa de Cid, pela tentativa de homicídio em massa praticada pelo senador licenciado, que só foi evitada graças a reação rápida de policiais militares, defendendo suas famílias e colegas de profissão.

A vergonhosa tentativa do PDT mostra a má índole de seus dirigentes.

Cid Gomes, irmão de Ciro, subiu numa retroescavadeira e partiu para cima de policiais militares que protestavam reivindicando melhores salários, em uma área militar na cidade de Sobral.

Uma hipótese em análise pelo PDT é citar Eduardo e Flávio judicialmente por terem supostamente incitado comportamento que descumpre a Constituição, pois, PMs são proibidos de fazer greve.

Um tentativa rasa.

O PDT está defendendo Cid, visando inocentá-lo, e consequentemente tenta jogar a culpa e a mídia contra a família Bolsonaro. Um absurdo que a extrema-imprensa fatalmente irá abraçar.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários