O Coronavírus e os canalhas que tiram proveito do caos

Se existe algo completamente contraproducente, é o pânico.

O Coronavírus NÃO É um bicho de 7 cabeças.

A letalidade, no apanhado geral, fica entre 2 e 4%. Muito menor do que a meningite; radicalmente menor do que a Dengue, com a qual convivemos, de forma epidêmica, desde a década de 80.

Tem gente comparando o episódio à Peste Negra. PELO AMOR DE DEUS, MENOS!!!

Daqui pra frente, veremos dois tipos de pessoas propagando notícias sensacionalistas: Os inocentes, em absoluto desespero; e os canalhas, que tirarão algum proveito do caos.

Portanto, SEJAMOS CONSCIENTES.

É uma epidemia? É! Devemos nos prevenir? Lógico! Qual a principal medida de precaução? LAVAR AS MÃOS. Principalmente antes de comer, ao chegar da rua ou para manipular a boca.

Também não custa caro fazer um estoque básico de mantimentos, água e medicamentos de uso contínuo. Até mesmo como um "seguro" anti-histeria coletiva.

Vale lembrar que essa NÃO É a MINHA opinião. Não saio dando palpite sobre algo que não conheço. Busquei fontes com médicos amigos. Inclusive com um ótimo infectologista.

Então, podem ficar tranquilos. Ainda não será dessa vez que o mundo vai acabar.

Aguardemos a próxima "profecia".

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários