'Charlie Hebdo' causa revolta ao comparar Aylan a estuprador

A sátira deve ter como limite o bom senso. Parece que é justamente o que tem faltado para os jornalistas que fazem o jornal francês Charlie Hebdo.
A publicação satírica extrapolou mais uma vez, provocando imensa revolta, ao comparar o menino refugiado Aylan Kurdi a  um estuprador.
“No que teria se transformado o pequeno Aylan se ele tivesse crescido? Apalpador de bundas na Alemanha”, assinala o desenho, no qual se vê uma imagem do menino afogado em setembro do ano passado nas praias da Turquia junto à de um par de jovens perseguindo meninas.
Laurent Sourisseau “Riss”, caricaturista e diretor da publicação, aproveita o recente alerta pelos abusos sexuais e roubos maciços registrados na noite de Ano Novo na Alemanha, entre cujos supostos autores há solicitantes de asilo, para imaginar o hipotético futuro do menino sírio caso sua viagem à Europa tivesse sido bem sucedida.
Sem dúvida, uma brincadeira de péssimo gosto, uma insanidade.
da Redação

                                            https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades