Fátima Bernardes surta e associa fala de Bolsonaro a caso de assédio no RS (veja o vídeo)

A apresentadora do programa ‘Encontro’, da Rede Globo, Fátima Bernardes, em comentário lamentável, atacou o presidente da República Jair Bolsonaro, em defesa da jornalista da Folha de S.Paulo, Patrícia Campos Mello, e associou o episódio envolvendo o presidente e a jornalista, com um caso de assédio sexual.

A apresentadora classificou como “frustrante” o comentário de Bolsonaro sobre a jornalista e afirmou de maneira categórica que a frase dita pelo presidente era uma tentativa de “ataque sexual”.

Pura hipocrisia, embalada pela imprensa que diuturnamente encontra motivos para atacar a autoridade máxima do país.

Em sua fala sobre Patrícia, Bolsonaro usou o termo “furo”, em referência ao 'furo de reportagem'. Fátima na tentativa desesperada de atacar, deturpou - como de costume acontece na emissora.

"É muito triste a gente ver o presidente do nosso país com uma declaração como essa, tentando fazer um ataque sexual a uma jornalista respeitada. Mas a gente aqui no nosso país, nós mulheres vivemos lutando por espaço, respeito e é muito frustrante, deixa todas indignadas quando vemos que um ataque como esse, partindo de uma pessoa que tem o posto, o cargo mais importante, e que se esquece que ele governa para todas as mulheres, para todos os homens, e que o comportamento dele serve de referência para o comportamento de todo mundo neste país", disse a apresentadora.

Não bastando toda a hipocrisia, a apresentadora associou a fala do presidente ao caso de assédio sexual mencionado, ocorrido em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul (RS).

“A gente vê um comportamento como esse vindo do presidente e logo depois a gente é obrigado a dar notícia de outro caso que gerou discussão, que é de uma adolescente de 17 anos que denuncia um motorista de aplicativo por assédio sexual, e ele diz que a culpa é da menina", falou Fátima.

Canalhice!

Uma Vergonha!

Confira:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários