A velha política retorna da "folga" carnavalesca: "Foda-se"

Nesta terça-feira, 03, deputados e deputadas federais voltam ao batente depois de 12 dias de folga. Trabalharam em 19/02, uma quarta-feira, e foram liberados para o recesso do carnaval.

É que Rodrigo Maia, presidente da casa, angariando aliados, decidiu que o registro de presença na Câmara, às quintas, abre às 6h da manhã: os sacrificados batem o ponto, se mandam para o aeroporto e voltam só na terça-feira. Semana de dois dias na Câmara: terça e quarta.

Ah, mas os coitados trabalham nas folgas! Poucos têm tempo para rega-bofes. A maioria se ocupa de atender as "bases" e suas demandas infinitas - o que sempre rende voto nas eleições seguintes, claro...

Óbvio, vão querer manter a distribuição de favores. Por isso, Maia e Alcolumbre fazem uma tabelinha (um na Câmara, outro no Senado), jogando para derrubar o veto de Bolsonaro, que não quer entregar, a esses "despachantes", R$ 31 bilhões tirados de políticas públicas do governo.

É a velha política da chantagem, da demagogia e do jogo de cena. Só vai mudar se o povo, que sustenta tudo, indo para a rua, usando redes sociais, resolver ralhar com esses parasitas.

Renato Sant'Ana

Advogado e psicólogo. E-mail do autor: sentinela.rs@uol.com.br

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários