Weintraub detona Folha e Estadão por novas "fake news": “Trabalho de verdade, ao contrário dessa tigrada”

Nesta sexta-feira (6), o ministro da Educação Abraham Weintraub, desmentiu novamente notícias "falsas" publicadas pelos jornais Folha de S.Paulo e Estadão. Ambos acusaram o ministro de ter se utilizado de uma iniciativa municipal para enaltecer o trabalho do Governo Federal.

O Estadão ainda acusou o Ministério da Educação (MEC) de ter “contratado” uma empresa envolvida em corrupção. Weintraub esclareceu o falacioso conteúdo da matéria.

Confira:

O ministro afirmou que a empresa ganhou uma licitação e não estava condenada naquele momento e portanto ele não teria como excluí-la, pois estaria cometendo um crime.

“Um dia, talvez, uma empresa dos Frias ou Mesquita ganhe uma licitação. Terei que trabalhar com essa empresa, apesar de meu desprezo por eles”, escreveu Weintraub.

A Folha usou a seguinte manchete:

“Weintraub divulga compras de prefeituras como ações do governo Bolsonaro.”

Confira:

O ministro esclareceu que o governo utilizou recursos federais, estaduais, municipais e de emendas parlamentares.

“FOI, SIM, AÇÃO DO GOVERNO, Jair Bolsonaro! O programa é, SIM, do Governo Federal, mas o dinheiro é seu, que PAGA OS IMPOSTOS, e agora está voltando para você (sem desvios ou doutrinação)”, rebateu o ministro.

Abraham Weintraub, vem sendo duramente atacado pelo extrema imprensa, e desabafou sobre o fato.

“O dia começou com MENTIRAS! Tive que esperar o almoço para responder, pois trabalho de verdade, ao contrário dessa tigrada. Os ataques vieram dos jornalecos dos frias e mesquita. Pode ser que os mesquita perderam o controle do estadinho depois dos calotes financeiros, não sei”, detonou Weintraub.

Confira:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários