assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Bolsonaro aponta possível queda no preço dos combustíveis

Ler na área do assinante

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, comunicou através de suas redes sociais nesta segunda-feira, 09, que não existe possibilidade alguma de o Governo Federal aumentar as Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE), imposto que afeta em peso o preço final dos combustíveis aos consumidores.

Bolsonaro afirmou que não irá alterar a taxa para influenciar no preço dos combustíveis.

“NÃO existe qualquer possibilidade do Governo Jair Bolsonaro aumentar a CIDE para manter os atuais preços dos combustíveis”, escreveu o presidente.

As CIDE têm a finalidade de assegurar um montante mínimo de recursos para investimento em infraestrutura de transporte e projetos ambientais relacionados à indústria de petróleo e gás.

Bolsonaro reiterou que o Governo deve continuar sem interferir na política de preços da Petrobrás e que o barril do petróleo caiu, em média, 30%, e está custando em torno de U$ 35,00 o barril, baixa que deve se refletir nas refinarias.

“[A Petrobrás] continuará mantendo sua política de preços”, salientou o Chefe do executivo.

E finalizou:

“A tendência é que os mesmos passem a cair nas refinarias.”

A declaração se soma às críticas que o presidente fez aos governadores que, com as baixas no preço do petróleo, aumentam o ICMS, impedindo assim a baixa dos preços finais na bomba, e aumentando as receitas dos Estados.

Confira:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários