Dono da RedeTV detona Vera Magalhães por defender o "humanismo" de Dráuzio Varella

O apresentador e sócio da RedeTV, Marcelo de Carvalho, expôs sua opinião nas redes sociais sobre a repercussão do caso envolvendo o transsexual Suzy, e detonou a atitude da jornalista Vera Magalhães, do Estadão.

Vera saiu em defesa da atitude do médico, que abraçou e se compadeceu com a transsexual que estuprou, matou e ocultou o cadáver de uma criança de apenas 9 anos, em 2010.

Suzy concedeu uma entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo e afirmou que está há quase 8 anos sem receber visitas ou cartas.

A vergonhosa atitude que a Globo tentou incutir ao público não passou em branco e foi desmascarada na internet.

“Bastou haver uma corrente supra ideológica louvando o humanismo do Dráuzio Varella para, claro, irem atrás de algo para descredenciá-lo”, escreveu a jornalista em suas redes sociais.

Para Vera, o crime de Suzy não anula o gesto do Dráuzio. A jornalista ainda reiterou que o Brasil é um “país triste que tem de destruir suas grandes pessoas”.

“Se aquietem: ele não é candidato”, exclamou Vera Magalhães.

Marcelo de Carvalho não perdoou a atitude da jornalista.

“Como é que ALGUÉM pode defender um ser humano, seja homem, mulher, velho, moço, que estupra e mata uma criança de 9 anos?”, questionou o empresário.

O dono da RedeTV ainda indagou Vera sobre sua visão do crime em questão, e a colocou no lugar da vítima. tivesse sido praticado contra alguém de sua família.

“Se fosse alguém de sua família, essa sua patologia do politicamente correto persistiria?”, finalizou.

Confira:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários