Quase 50 mil urnas eletrônicas são destruídas em incêndio na Venezuela

* Esta matéria foi alterada

Neste final de semana, na Venezuela, foi registrado um incêndio que destruiu a maioria das urnas eletrônicas armazenadas no principal galpão do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) em Caracas.

No incêndio foram destruídas quase 50 mil máquinas de votação, 582 computadores de registro civil, 49 mil aparatos de identificação biométrica e outros equipamentos de eletricidade.

Em 2018, a reeleição do ditador Nicolás Maduro, foi considerada como fraudulenta, o que levou a diversos governos ao redor do mundo a não o reconhecerem como mandatário, pondo em cheque o processo eleitoral na Venezuela.

* Esta matéria foi alterada, pois informava de maneira equivocada que o incêndio na Venezuela havia ocorrido após a declaração do Presidente Bolsonaro afirmando que tem provas de que houve fraude nas eleições de 2018. Na verdade, o incêndio ocorreu dia 07 de março, enquanto a declaração de Bolsonaro se deu no dia 09.

da Redação

Comentários