E se Suzy fosse um traficante?

Já foi mais do que comprovado, até por veículos absolutamente esquerdistas, que a "Suzy" é um pedófilo, que matou e estuprou uma criança de 9 anos.

Ainda assim, tem um tanto de idiotas afirmando veementemente ser "fake news".

É impressionante o quanto levam a sério os ensinamentos de Goebbels:

"Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade".

Depois, os nazistas somos nós.

Enfim, ainda que fosse condenada por tráfico, como mente a militância, O QUE MUDA?

O traficante, por acaso, é bonzinho? Traficantes não acabam com vidas, com famílias inteiras? Não é o comércio das drogas que financia todo o crime organizado?

Uma reportagem dessas, só serve para marginalizar os transexuais, relacionando-os a tudo que não presta.

Querem fazer uma reportagem desse tipo? Querem valorizar uma trans? Procurem uma que está em liberdade, que trabalha, que estuda. Tem um monte! Por que buscar na cadeia? Inocente, atrás das grades, só tem no zoológico.

Isso se chama MANIPULAÇÃO.

Criam uma imagem marginalizada, no inconsciente coletivo, para depois acusarem a sociedade do preconceito que eles mesmos fomentaram. Assim, perpetuam a narrativa que usam para guiar os idiotas úteis.

Reengenharia social, meus camaradas. Em sua forma mais canalha.

"O que eu temo não é a estratégia do inimigo, mas os nossos erros." (PÉRICLES)

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

Comentários