Entrevista exclusiva com Gabriel Monteiro, o PM que encarou o coronel do Psol e o crime organizado (veja o vídeo)

Sem medo de falar a verdade e enfrentar a corrupção, o soldado da PM Gabriel Monteiro veio a público pedir ajuda, pois está sendo ameaçado de morte. A TV Jornal da Cidade Online conversou com exclusividade sobre o caso com o policial, assim que ele chegou em Brasília, para um encontro com autoridades do governo federal. Confira alguns destaques da entrevista:

“É muito estranho que o Coronel Ibis, ex-comandante geral da Polícia Militar, consiga ter livre acesso ao coração do Comando Vermelho, estando desarmado e sozinho. Isso gera uma suspeita que deveria ser também do Ministério Público. Eu fiz alguns questionamentos ao coronel e ele não soube responder. Após muitos meses, ele falou que foi para uma palestra, sendo que não tem foto dele em palestra nenhuma.”

“Como ele consegue entrar e não ser morto, em um território que é tão hostil para o policial militar? O policial militar encontrado na Maré [uma das favelas mais perigosas do Rio de Janeiro], ele é morto. Ali é um troféu, o bandido, vagabundo, que mata policial, é promovido no tráfico de drogas.”

“Ele [o Coronel Ibis] quer enfraquecer a política de segurança pública, que fortalece a sociedade. Ele acha que é ruim a Polícia Militar portar fuzil, usar caveirão, helicóptero... Ele quer que o policial militar entre com uma flor, com poesia, com cântico do Marcelo Freixo, e sensibilize os bandidos a largarem suas armas.”

Após a divulgação do caso contado por Gabriel Monteiro, o coronel Ibis, filiado ao Psol, conseguiu um fenômeno: ser rapidamente defendido por alguns políticos de esquerda e celebridades, notórios ativistas da liberação geral das drogas e conhecidos pelos ataques ferozes à polícia. Isso já torna o caso muito suspeito.

Confira a entrevista:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários