Vaquinha virtual para mãe de menino morto por Suzy já arrecadou quase R$ 150 mil

O caso envolvendo o transexual Suzy rendeu indignação por parte da sociedade de bem.

O detento foi retratado como vítima pela rede Globo, que manipulou a opinião pública numa tentativa torpe de levar o público a acreditar que criminoso não receber visitas há quase 8 anos por puro e simples preconceito. A tal vítima, como veio à luza mais tarde, estuprou, assassinou e ocultou o cadáver de uma criança de apenas nove anos em 2010.

Devido à forte repercussão do fato, internautas criaram uma vaquinha virtual para ajudar a família de Aparecida dos Santos, mãe do menino Fábio, morto pelo travesti.

Inicialmente, uma vaquinha foi feita para Suzy e chegou a arrecadar quase R$ 10 mil, como ficou registrado na captura de tela abaixo.

A estimativa inicial de arrecadamento para a mãe de Fábio era de R$ 20 mil, entretanto, em poucos dias já ultrapassou a meta e agora soma quase R$ 150 mil, para confortar e ajudar a mãe da vítima.

“[O que mais indignou] foi ele receber um abraço, receber cartinha, ainda recebeu um bombonzinho! Na prisão! E eu recebi o quê? Nada”, protestou Aparecida, durante o programa Alerta Nacional.

A vaquinha foi intitulada “Um abraço na mãe do menino que foi estuprado e morto pelo Suzy”, e é uma iniciativa da página Caneta Desesquerdizadora.

Interessados em ajudar na vaquinha virtual podem acessar o link e inscrever-se na plataforma.

da Redação

Comentários