O “Poste” joga uma “maldição” contra o Brasil, diz Augusto Nunes

Fernando Haddad não se emenda.

Envolto em seu exacerbado mau-caratismo e em sua oportunista fidelidade ao meliante mor, não raro ele solta uma de suas mal cheirosas pérolas.

Desta feita, Haddad mereceu a atenção de Augusto Nunes, talvez o único jornalista que detém algo que ainda se aproveita na Revista Veja. A coluna “Sanatório Geral”, que como o nome sugere, reproduz os absurdos e a insensatez da classe política.

A frase do poste que mereceu destaque no tal "sanatório": “O Brasil só vai encontrar paz quando encontrar justiça. E a justiça só será feita quando Lula subir a rampa do Palácio do Planalto”.

Para Augusto Nunes, com a picardia que lhe é característica, essa é “A Maldição do Poste”.

Pra finalizar, o jornalista ainda salienta sobre a atual atividade do praguejador:

Cidadão “sem ocupação conhecida desde o fiasco nas urnas de 2018”.

Confira:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários